segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Absurdos! Um país de absurdos

Esta noticia pelos vistos já é bastante antiga mas (embora tenha recebido este mail hoje), acredito piamente que todos os dias surgem casos como este que são abafados para não chegar à opinião pública.
É de facto uma vergonha o que se passa no dia a dia de quem tem poder!
Eu com 37 anos e, como eu tantos mais por esse Portugal fora, com um curso superior, que me custou muito suor, muitas horas de trabalho para pagar esse mesmo curso, muitas noites sem dormir para imaginar formas de fazer esticar o dinheiro ao máximo, trabalho há 11 anos no mesmo local e ganho 650€ por mês, o que me vale é que adoro o sitio onde estou, adoro o que faço, e adoro os meus colegas, não sei se todos poderão dizer o mesmo, infelizmente... mas, o que me choca é ler este tipo de noticias e ver que estes tipos que nós elegemos para defenderem os nossos direitos, estão-se nas tintas para os direitos do povinho e só querem mesmo é encher os bolsos à nossa custa e serem os maiores aos olhos dos amigos, porque um dia talvez precisem para os seus próprios filhos.
Uma vergonha este bando de pulhas, ladrões e incompetentes!
Eu queria ver é se essa Maria Monteiro sabe o que é trablahar na vindima para pagar o material escolar que vai precisar quando as aulas começarem, ou se sabe o que é trabalhar nas limpezas para comprar os livros carissimos que mudam todos os anos, ou se sabe o que é trabalhar de dia numa pastelaria e à noite num restaurante, chegar a casa morta de cansaço para poder ir para a universidade... É muito triste a desigualdade entre iguais...

MNE: Maria Monteiro assume cargo de adida de imprensa

Filha de embaixador colocada em Londres

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral, nomeou a sua assessora de Imprensa Maria Monteiro, filha do embaixador em Paris e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, António Monteiro, para a Embaixada de Portugal em Londres como adida de Imprensa.

Para tal, José Sócrates e o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, descongelaram a título excepcional, segundo um despacho publicado ontem em Diário da República, uma contratação de pessoal especializado para o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).
Com 28 anos de idade, a assessora de Freitas do Amaral vai ganhar um salário mensal da ordem dos nove mil euros, um valor muito superior aos 1200 euros auferidos. Ex-assessora de Imprensa de Durão Barroso e ex-adjunta da antiga ministra da Cultura, Maria João Bustorff, Maria Monteiro encontra-se no MNE há oito meses como adjunta do porta-voz Carneiro Jacinto.
Quando foi contratada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, colocou-se de imediato a hipótese de assumir o cargo de adida de Imprensa na embaixada em Londres, uma vaga deixada por David Damião, actual assessor de José Sócrates. Contactada pelo CM, Maria Monteiro confirmou a contratação e adiantou que tem 60 dias para se apresentar em Londres.
Apesar de Freitas do Amaral já ter anunciado a redução de 50 por cento dos conselheiros e adidos das embaixadas portuguesas, Carneiro Jacinto explicou ao CM que a contratação de Maria Monteiro já tinha sido decidida antes desta medida. “Após a discussão do Orçamento de Estado para 2006 é que foi tomada essa decisão [de demitir 55 conselheiros e adidos]. Maria Monteiro já estava à espera do despacho há seis meses”, afirmou.
Carneiro Jacinto considerou ainda que a filha do ex-MNE é a pessoa indicada para o cargo, devido aos seus bons conhecimentos da língua inglesa e da sua experiência enquanto assessora de Imprensa.
MINISTRO QUER REDUZIR SALÁRIOS
Freitas do Amaral quer reduzir os salários aos conselheiros e adidos das embaixadas portuguesas já em 2006. “Há uma disparidade total, e por isso até ao final do ano serão afixados valores mais baixos”, afirmou ontem ao CM o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros. No entanto, segundo adiantou, a redução dos salários destes profissionais, cujo valor oscila entre os 9300 e 12 900 euros, será “negociada”. Esta medida surge para fazer frente ao Orçamento de Estado para 2006, depois de ter sido já anunciada a redução para metade dos 110 conselheiros e adidos das embaixadas.
Segundo Carneiro Jacinto, até ao final deste mês os profissionais demitidos serão notificados, e até Fevereiro deverão estar concluídos os processos de despedimento. Com esta iniciativa, Freitas do Amaral espera poupar 8,5 milhões de euros por ano. Em conjunto com o diploma com os novos salários, o Ministério dos Negócios Estrangeiros apresentará uma proposta para criar concursos públicos para a contratação de conselheiros e adidos.
OUTROS CASOS
MARIA RUI
Este ano José Sócrates abriu ainda uma excepção para colocar a sua ex-assessora Maria Rui na REPER - Representação Permanente de Portugal em Bruxelas.
MIGUEL GUEDES
O ex-assessor de Imprensa de Paulo Portas, Miguel Guedes, foi colocado na Embaixada em Paris, enquanto a ex-jornalista do ‘DN’, Maria de Lurdes Vale está em Madrid.
MARIA ELISA
Maria Elisa, ex-jornalista da RTP e ex-deputada do PSD, foi colocada como adida cultural na embaixada em Londres, com um salário de cerca de 10 mil euros.
Ana Patrícia Dias

Retirado do correio da Manhã on line

1 + 5 comentários para parecerem muitos:

José disse...

Boa noite...sim, antiga...mas plena de actualidade.
É assim...
Cntinue